Paulo Vinicius no Teatro Municipal

O violonista radicado na Suíça – Paulo Vinícius se apresenta nesta quarta-feira, dia 6, às 20h, no Teatro Municipal de Uberlândia. A entrada é gratuita.apau
Segundo o musicista, a noite será dedicada à música de câmara, onde o violão aparece em diversas manifestações, combinando com universos sonoros de instrumentos melódicos, harmônicos, percussivos e se soma à palavra cantada. Repertório ideal para um público heterogêneo. “Pra mim, o repertório escolhido representa a ligação entre a música popular e a música clássica, através de composições, arranjos e transcrições de canções populares de notáveis compositores do século XX e XXI além de um par de composições próprias. Neste concerto serei escoltado por músicos de qualidades inúmeras, amigos de imenso apreço, um privilégio tocar assim, depois de quatro anos em minha terra natal”, disse Paulo.
Paulo Vinícius começou seu percurso musical aos seis anos de idade. Desde cedo se especializou na música clássica, instruído por alguns dos músicos de maior prestígio da atualidade incluindo Fábio Zanon, Franz Halász e, atualmente, Pablo Márquez. Sua atuação, porém, não se limita a solista clássico. Desde cedo apresentou grande versatilidade musical e, em nome dela, mantém intensa atividade profissional na Europa.
Participou de masterclass em aperfeiçoamento com Eliot Fisk, Leo Brower, Marco Socias entre outros. Nascido em Uberlândia, estudou violão com Willian Arantes e Maurício Orosco. Em 2007, em contato com a pianista Araceli Chacon, desenvolveu sua principal linha de atuação: o estudo performático do músico segundo a filosofia e prática yogue.
Antes de sair do Brasil, o músico Idealizou a série violonística de concertos ‘O Violão Nosso de Cada Dia’, assumindo a direção artística em parceria com o SESC-Uberlândia trazendo nomes de destaque do violão nacional e internacional à cena musical em Uberlândia.ateat
Premiado em diversos concursos, participou da Bienal de Arte do Triângulo com sua composição “A Frasca”, selecionada entre mais de 400 artistas mineiros, e vencedora do ‘Prêmio Revelação’ no Concurso Nacional de Violão Jodacil Damasceno, e, entre outros, o ‘Prêmio Raphael Rabello’, no VI Concurso Nacional de Interpretação Violonística VI FENAVIPI, no Piauí. Quando chegou na Europa, foi selecionado para integrar-se ao Live Music Now, na cidade de Munique, projeto fundado pelo mítico violinista Yehudi Menuhin. Desde então, é convidado regularmente para concertos no estado da Baviera.
Atualmente reside na cidade de Basiléia, na Suíça, onde freqüenta a classe do virtuose Pablo Márquez.

Publicidade

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.