Centro de Tecelagem “Fios do Cerrado”

As 22 tecelãs e 1 tecelão que durante oito meses estiveram no Centro Administrativo Municipal se despediram na manhã desta sexta-feira (22) de todos os servidores municipais. De sala em sala, o grupo entregou lembrancinhas aos representantes de cada secretaria, agradecendo pela acolhida. As artesãs foram transferidas em função das obras de reforma do Centro de Fiação e Tecelagem. abeceA reinauguração do local será na próxima quinta-feira (28), às 9h30. Durante o período em que estiveram no Centro Administrativo, o trabalho das tecelãs ganhou notoriedade e ficou conhecido por muita gente. A arte milenar de tecer e fiar com as mãos foi tema de diversas matérias divulgadas na mídia.
A secretária municipal de Governo, Rosângela Paniago, uma das grandes incentivadoras do trabalho das tecelãs, afirmou que durante o período em estiveram na Prefeitura, elas abrilhantaram o espaço dos servidores.abece2 “Todos vão sentir a falta do grupo. Esperamos que a casa nova possa ser de bom grado a todos. O prédio novo está mais bonito e mais aconchegante”, ressaltou. Geralda Ferreira da Silva, 88 anos, é a tecelã mais antiga da turma, trabalha no Centro de Tecelagem desde sua fundação, em 1993. Ela lembra com carinho de todos os momentos e histórias que viveu no espaço. “Sou firme lá, graças a Deus. Isso para mim é uma honra. Gosto muito das minhas colegas e vejo que todas gostam de mim”, declarou.
O Centro de Fiação e Tecelagem mantém viva uma antiga tradição que, além de proporcionar renda para população idosa, é reconhecida como terapia ocupacional.abece1
Reinauguração
Com a reinauguração, no dia 28, o Centro de Fiação Tecelagem passa a se chamar “Fios do Cerrado”. O local foi reestruturado e revitalizado, a fim de oferecer mais conforto e qualidade de vida aos artesãos. A praça que fica ao lado do prédio, e que faz parte de todo o complexo, foi revitalizada e recebeu um parque infantil e aparelhos de ginásticas.
O Centro de Tecelagem “Fios do Cerrado” volta a funcionar com mais de 2 mil peças confeccionadas durante o período em que os artesãos estiveram no Centro Administrativo. Uma feira será realizada para expor e comercializar os produtos como mantas, forros de mesas, colchas para cama, porta copos, entre outros.

Publicidade

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.