Aciub promoveu debate sobre falta de água e questões climáticas

As mudanças climáticas e a falta de água em muitas regiões do País estão entre os assuntos mais discutidos atualmente no Brasil. Preocupada com essa situação, a diretoria da Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub) recebeu, na noite de segunda-feira (9), o orientador e pesquisador do assunto, Ronaldo Luiz Ferreira, para ministrar uma palestra com o tema “Desestabilização do clima no Brasil e o estresse hídrico que está assolando as regiões centro-oeste, sudeste e nordeste”.acub

Conhecido como Ronaldo Brasileiro, o pesquisador já foi empresário no ramo de ventilação industrial e também agricultor. Desde 2008, ele se dedica à luta pela conscientização da população, dos empresários e também dos governantes em relação à preservação do meio ambiente. A referência da palestra são estudos que o pesquisador vem documentando na busca constante por soluções para os problemas ambientais. “Um dos problemas mais sérios que a falta de água gera é a dificuldade de produzir energia. Não vai chover o suficiente, mesmo com as chuvas acima da média em fevereiro, para atender a demanda. Infelizmente nós não conseguimos resolver esse problema imediatamente, mas para os anos seguintes há uma esperança. Uma das minhas soluções é deixar 50% do espaço que temos para o reflorestamento feito pela própria natureza. Por exemplo, se temos 100 hectares, 50 deles serão para esse curso natural do meio ambiente, pois o reflorestamento humano não é suficiente e às vezes nem eficaz para reestabelecer nossos mananciais”, afirmou Ronaldo.acub1

O vice-presidente da Aciub, Humberto Pereira Carneiro, avaliou que a palestra provocou reflexão entre os empresários. “O Ronaldo, com razão, tem uma preocupação muito grande com o desperdício que temos hoje, tanto de água quanto de energia, e os recursos naturais são finitos. Então nós temos que pensar em reciclar, preservar e melhorar. Acredito que essa é uma reflexão até para a questão do uso da tecnologia, pois agora é necessário pensar em fazer e produzir mais com menos, pois nós ainda abusamos muito da natureza. Foi um debate para começar a pensar e trabalhar em cima disso”, disse o empresário.anovo57

A ex-presidente da Aciub, Rosalina Vilela, que propôs esta palestra na Aciub, destacou que a situação hídrica do País é preocupante e que a mudança de comportamento deve ser geral. “Hoje já temos uma vigilância maior sobre a estação de tratamento de afluentes para que a água saia melhor para a utilização. Na minha empresa, e até mesmo na minha casa, já adotamos a prática de reuso da água para não apenas descartar, utilizando-a em outras atividades. Por exemplo, não há necessidade em regar a grama, ela vai ficar amarelada por um tempo, mas assim que cair a próxima chuva, ela já fica verde de novo. O que quero dizer é que estas pequenas atitudes transformam o nosso comportamento e representam um grande passo. É preciso ter mais consciência em todos os âmbitos da nossa vida”, afirmou Rosalina.

Publicidade

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.