Cia. Luna Lunera de BH

Cia. Luna Lunera de BH traz espetáculo e oficinas de teatro gratuitas para Uberlândia-MG 

Atividades fazem parte da 6ª Expedição Lunar e estão programadas para o próximo fim de semana (19 e 20 de dezembro). 

A Cia Luna Lunera (Belo Horizonte-MG) fará parada, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, no próximo fim de semana, trazendo na bagagem a 6ª Expedição Lunar que percorrerá oito cidades mineiras com a apresentação do espetáculo “Prazer” e a realização de duas oficinas de teatro gratuitas: Ator-criador e Produção Cultural. As atividades estão programadas para os próximos sábado (19/12) e domingo (20/12), em dois espaços teatrais da cidade.

A montagem “Prazer” estará em cartaz na Escola Livre do Grupontapé de Teatro, localizada na Rua Tupaciguara, 471, bairro Aparecida, nos dias 19 e 20, às 20 e 19 horas, respectivamente.

Já as oficinas serão realizadas, no dia 19, na Trupe de Truões, localizada na Avenida Ana Godói de Souza, 381, no bairro Santa Mônica, nos períodos da manhã (Ator-criador), das 9 às 13 horas, e da tarde (Produção Cultural), das 14 às 18 horas, com a oportunidade para 20 participantes em cada uma delas. As inscrições já estão abertas e poderão ser feitas no site www.cialunalunera.com.br

As atividades fazem parte da 6ª Expedição Lunar que é contemplada pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais e pelo Programa Petrobras Cultural Minas Gerais 2014.

abuneO espetáculo “Prazer”

“Prazer” passa num país qualquer, distante do Brasil, onde quatro amigos se reencontram. E, apesar das suas angústias, seus impasses cotidianos, suas frustrações, eles tentam a coragem de buscar a alegria. O espetáculo foi construído por cinco integrantes da Cia. Luna Lunera, ao longo de um processo de nove meses, que recebeu preciosas colaborações de artistas convidados, e do próprio público, mesmo antes da estreia, através do Observatório de Criação.

Como ponto de partida para essa montagem, os integrantes do grupo se perguntavam: “como ser você mesmo, hoje, sem sucumbir aos padrões?”, como querer ser eu mesmo? hoje!”, “com que coragem buscar a alegria neste mundo, neste tempo, apesar de?”, e outras questões que encontraram ressonância num fragmento do livro “Uma aprendizagem ou o Livro dos Prazeres” de Clarice Lispector, em que um dos personagens diz que “uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida.”

O grupo partiu, então, para a leitura dessa e de outras obras de Clarice Lispector, que ofereceram ao processo alimento poético. “Clarice foi nossa fonte de inspiração. Mas não quisemos adaptar um de seus textos nem tivemos a pretensão de construir uma encenação que traduzisse seu universo simbólico”, explica Zé Walter Albinati, codiretor do espetáculo. “Seus textos foram mais uma das tantas vozes nesse diálogo com tantos colaboradores”. Construiu-se um texto inédito, permeado por algumas citações de Clarice. abune3
Em cena, quatro velhos amigos lidam com seus “apesares” cotidianos, depois que decidiram deixar a cidade em que se conheceram e estudaram juntos para morar no exterior. São eles: Isadora (Cláudia Corrêa), uma artista plástica que, aos poucos, abandona sua arte e a si para acompanhar o marido médico Ozório (Odilon Esteves); o comissário de bordo Marcos (Marcelo Souza e Silva) e Camilo (Cláudio Dias), um bem-sucedido executivo que decide se permitir um longo recesso dos trabalhos.

“Prazer” recebeu o Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas na categoria “Melhor Espetáculo”, além de ter sido indicado ao Prêmio Shell São Paulo 2013, nas categorias “Autor” e “Cenário”, de Ed Andrade.

As oficinas “Ator Criador” e “Produção Cultural”

A oficina “Ator Criador” consiste em um treinamento de atores, a partir de técnicas de improvisação, viewpoints, ações físicas e ações vocais. Busca desenvolver uma postura autoral e participativa nos processos de criação, dramaturgia e atuação, revelando etapas de construção do espetáculo “Prazer”. É indicada para artistas e estudantes de teatro em geral.  Com carga horária de 4 horas, a atividade oferece 20 vagas e será realizada no dia 19 de dezembro, sábado, na sede da Trupe de Truões, das 9h às 13h, ministrada pelo ator Cláudio Dias.

Já a oficina de “Produção Cultural” apresenta noções introdutórias e esclarece sobre os procedimentos de produção: Leis de Incentivo, captação, parcerias, produção de espetáculos e sustentabilidade.  Propõe, também, a confecção de projetos culturais simulados. Com carga horária de 4 horas, será realizada no dia 19 de dezembro, na sede da Trupe de Truões, sábado, de 14h às 18h, conduzida pela coordenadora de produção Larissa Scarpelli.

abun

Publicidade

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.