Meu nome é Carlos Hugueney Bisneto – e I Love Uber Land

Meu nome é Carlos Hugueney Bisneto – e I Love Uber Land
Há muito tempo queria deixar CLARO aqui na rede social mais popular do mundo – (o Facebook – e também em meu blog) um posicionamento sério.
Já disse de minhas preferências acerca das redes sociais e ainda a característica de cada uma (a meu ver).
 
E escolho o Facebook (e meu blog) por ser tipo um pulverizador de informações.
 
Dito isto, há muito tempo que queria deixar NÌTIDO de que sim, trabalhei durante 2 anos e meio (mais ou menos isto) para a Prefeitura de Uberlândia NESTA gestão Gilmar Machado.
 
Para a Prefeitura com gestão Gilmar Machado ? Não. Não seria correto dizer isto. O CERTO é dizer que fui contratado para burilar pessoas no quesito comportamental.
 
Fui orientador, conselheiro e professor de boas maneiras, português correto, vestuário, como se portar frente às câmeras e afins.
 
Isto deu-se início por intermédio de Paulinho Fernandes da P Comunicação juntamente com o secretário de comunicação Gustavo Moreira e outras duas jornalistas experts nestes assuntos vindas de São Paulo da empresa de comunicação estratégica “Entrelinhas” – que às vezes, estas mulheres se revezavam com outros rapazes também extremamente competentes na área – todos de São Paulo, com exceção de uma, que vinha de Brasília.
 
Aqui em Uberlândia, meu apoio e braço direito foi da jornalista e cara amiga Margareth Castro. Íntegra, profissional, correta, de caráter ilibado, mãe e uma pessoa querida.
 
Nossos encontros, nossas aulas, aconteciam numa sala do Hotel San Diego.
 
Da teoria, da negociação à prática, foi um pulo pois as conversas fluiram com naturalidade e pontuações acertivas de todos os lados.
 
Eram usados videos, data show, cartilhas, exemplos com gestual e muito mais. E muita informação.
 
O secretariado tinha uma maneira diferenciada a ser atendida para não intimidar um ao o outro; portanto TODOS os secretários eram em encontros individuais (salvo um ou outro que se negou) mas 90% compareceu.zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz43
 
Ensinar é SE escutar.
Aprendi muito comigo mesmo ao falar com eles.
Sanei dúvidas óbvias, sanei dúvidas trazidas por eles que eu mesmo me indagava de nunca ter pensado naquilo,
 
Eu era um “elemento surpresa” – estratégia feita pela própria empresa “ENTRELINHAS” – empresa esta a qual eu era contratado. E com dignidade nos acertos de direitos e deveres de ambas as partes. Não tivemos um “senão”.
 
Eu NUNCA fui contratado pela Prefeitura Municipal com administração Gilmar Machado e acho importantíssimo dizer que NUNCA fui contratado pela Prefeitura Municipal de Uberlândia com gestão de NENHUM prefeito. Prestar serviço; contribuir, colaborar – são ações bem específicas e completamente diferentes.
 
O normal, o natural, e “talvez” até o óbvio seria eu ter sido contratado ou prestado serviços para as gestões anteriores, as quais eram assinadas por pessoas e partidos aos quais eu compactuava e compactuo.
 
Assustados ?
 
Não.
Se atenham aos fatos reais, verdadeiros da vida.
Sempre fui transparente.
Um homem é multifacetado.
Ele pode ser – primeiro – um homem por si só; mas que seja um homem de verdade e não “meio” homem.
E aqui seja entendido apenas a questão de um homem por inteiro em todas as questões.
 
Para não deixar de dar a César o que é de Cesar; em gestões anteriores prestei sim serviços aqui e acolá – mas nada se compara ao convite que recebi da atual administração há 3 anos e meio.
 
Aqui e agora não vou nomea-los pois não seria de bom tom o fazê-lo mas quando fui chamado – a proposta que ouvi foi:-
 
” Caro jornalista Carlos Hugueney Bisneto,
queremos os seus serviços pois sabemos que será de grande valia para os servidores da Prefeitura – seus ensinamentos, sua experiência jornalística e de boa educação e tudo mais que envolva comportamento humano –
mesmo sabendo que o senhor é contra nosso Partido, nossas idéias e de que não votou neste prefeito.
Queremos contratar o profissional exemplar que você é.
Aceita ?”.
 
Voltando um pouco num parágrafo acima, lhes disse que um homem é multifacetado e nesto contexto –
sou pertencente à sociedade local, nascido e criado aqui e mesmo não tendo minhas raízes em solo uberlandense (minha mãe é carioca e meu pai matogrossense) e meus avós (de ambas as partes) de outros Estados.
Mas digo com propriedade e orgulho de que minha família escreveu sua história aqui nesta cidade com dignidade.
E quando se é digno, borracha nenhuma apaga o que foi escrito com o suor de um trabalho.zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz43
 
Meus pais, hoje na Terceira Idade, são minhas jóias.
E por falar em jóias, foi justamente através delas que meu pai constituiu família e patrimônio.
E que ainda continua matogrossense porque desde que chegou aqui nos anos 50, não encontrou um “filho de Cristo” que o tornasse uberlandense.
 
Mas eu não estou aqui para pedir Título de nada ao meu pai. Até porque convite e presente, outorga e títulos, ou se nasce com eles ou se é presenteado.
 
Termino dizendo que além de ser uma pessoa da Terra do Uberabinha, também sou jornalista (já fui modelo – mas isto é outra história) e digo que sou jornalista e faço questão em dizer que sou multimídia (como me intitulo) pois atuo em jornal, rádio, TV, revista e desde a década de 90 na Internet.
E caso tenha algum índio me lendo e queira me ensinar a comunicação por sinais dos tambores ou de fumaça; estou apto a aprender. Com muito respeito.
 
Venho aqui, de coração aberto, com intuito de diálogo e nunca de impor nada mas sempre com posição firme em minhas opiniões e parodiando Hildelgard Angel – “pode não ser a sua opinião, pode não ser a melhor opinião, mas esta é a MINHA opinião”.
 
Detesto bajuladores, pamonhas e gente que fica em cima do muro. Ou que fica mudando de terreno conforme a conveniência.
 
Mas, depois que deixei meus trabalhos na atual administração da Prefeitura da cidade, no ano passado – e com louvor – pois ao final de cada treinamento eu ouvia belas palavras de agradecimento sobre as informações que passei não só ao secretariado, mas da secretária de governo; e sobretudo das mais de 100 diretoras das escolas do ensino público local.
E de outros servidores públicos de vários órgãos; instituições e sindicatos – que conheci que me ensinaram tanta coisa ……………que me emociono ao relatar).
 
O chato disto tudo foi que no começo deste ano, pós férias, por volta de fevereiro-março, chegou aos meus ouvidos de que eu traí a oposição a esta situação.
 
A priori, fiquei com raiva, mas depois veio abril e os outros meses e acabei segurando este desabafo até hoje por conta de minha maturidade profissional e, do outono de minha idade.
 
Para hoje dizer que eu sou, e sempre fui um profissional da área da Comunicação Social e como cidadão, mesmo sendo uma figura pública tenho meus quereres e assim sendo faço o que eu quiser e ainda – assumidamente em todos os campos.zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz43
 
Traição ? onde ? com quem ? como ? porque ?
 
Infeliz foi a colocação “destas” pessoas a meu respeito pois minha ideologia política não mudou.
Continua a mesma.
E também como eleitor.
E como eleitor, não só no campo municipal, mas nas esferas Estadual e Federal – voto contra a corrupção, voto contra tudo e todos que meus princípios morais e éticos (e imutáveis) me fazem enxergar.
 
Mas infelizmente, votar à favor de alguém – nos dias de hoje está impossível, ou “quase” isto.
Portanto meu voto não é à favor de uma pessoa e sim contra outra.
Servindo também para Partidos.
 
E não se esqueçam de que quando vc for votar, estarão 3 elementos presentes:- você, a urna e sua consciência.
A minha está leve e tranquila pois não traí ninguém apenas realizei um trabalho como qualquer outro e assim estou disponível para quem se interessar. Mas não se esqueçam que posso recusar. Pois me dou este direito.
 
Atenciosamente;
Carlos Hugueney Bisneto.
Jornalista
Registro Profissional MTB 08221zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz31
zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz34 zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz501

Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.